FGC: o que é e como funciona o Fundo Garantidor de Créditos

23/06/2022
FGC: o que é e como funciona o Fundo Garantidor de Créditos

Investir é sempre o melhor caminho para a realização de algum objetivo ou sonho. Se você é daqueles que quer diversificar a carteira, mas possui perfil conservador ou não gosta de correr riscos, os investimentos cobertos pelo Fundo Garantidor de Créditos podem ser ótimas escolhas.

Neste artigo, vamos detalhar como o FGC funciona e como ele consegue oferecer essas garantias aos investidores de renda fixa. Confira!

O que é FGC?

O FGC ou Fundo Garantidor de Créditos foi criado em 1995 e é uma entidade privada e sem fins lucrativos que administra mecanismos de proteção a titulares de crédito contra possíveis problemas de instituições financeiras. De forma resumida, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) garante o pagamento ao credor caso a instituição financeira coberta pelo fundo não consiga honrar com seus compromissos, em casos de intervenção ou liquidação extrajudicial.

Como Funciona o Fundo Garantidor de Créditos (FGC)?

A principal função do FGC é proteger o patrimônio dos investidores do patrimônio das instituições. Isso significa que, em casos de “intervenção e liquidação extrajudicial” e quando o Banco Central reconhece o estado de “insolvência” de uma instituição, os clientes que investem em produtos financeiros não perdem todo o seu dinheiro.

O FGC garante a devolução de até R$250 mil por CPF/CNPJ dos valores investidos com limite total da garantia de R$ 1 milhão, a cada período de 4 anos. A partir do primeiro pagamento de garantia. Encerrado ese período, o limite de cobertura é restabelecido.

Quais investimentos com cobertura do FGC?

  • Certificados de Depósito Bancário (CDB);
  • Letras de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Letras de Crédito do Agronegócio (LCA);
  • Letras de Câmbio (LC);
  • Depósitos na poupança;
  • RBDs (Recibos de Depósitos Bancários);
  • Operações compromissadas nos termos da regulação;
  • Depósitos à vista mediante aviso prévio;
  • Depósitos mantidos em contas não movimentáveis referentes à prestação de serviços de pagamento de salários, vencimentos, aposentadorias, pensões e similares.

Vale ressaltar que o investidor não paga nada para ter a cobertura do FGC.

Qual o risco de investir em aplicações sem a garantia do FGC?

Em caso de aplicações sem cobertura do FGC, só vai existir a garantia dada pela instituição ou na escritura da emissão do título de investimento. Por isso, investir em um banco sólido e experiente é o primeiro passo para a segurança para o seu patrimônio.

Tudo sobre FGC: o que é e como funciona o Fundo Garantidor de Créditos  | Banco Rendimento

O Banco Rendimento oferece soluções de investimento seguras e com retorno garantido pela credibilidade de uma instituição associada ao Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

CDB ou poupança? Veja qual tem o melhor rendimento

Principais vantagens em investir com o Banco Rendimento:

Garantia

Aplicações registradas na B3, formalizando a garantia do Banco Rendimento em remunerar a rentabilidade negociada.

Retorno

Obtenção de rentabilidade e segurança com toda a tranquilidade e solidez que o Banco Rendimento pode lhe oferecer.

Segurança

Proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) de até R$ 250.000,00 por CPF/CNPJ.

Fale com um de nossos especialistas e conheça nossas taxas e condições.

Não se preocupe, não lhe enviaremos spam.

reCAPTCHA is required.

Sobre o Banco Rendimento

O Banco Rendimento, com seus 30 anos de experiência, oferece as melhores oportunidades e equipe especializada para garantir agilidade e segurança em operações de câmbio.

Em 2021, a agência Fitch Ratings emitiu uma revisão da classificação do Banco Rendimento para operações nacionais. Com a nova avaliação, o Fitch apontou a “Perspectiva de Estável”, com a manutenção dos ratings “A” para Longo Prazo e “F1” no Rating Nacional de Curto Prazo.