Produtor de conteúdo: entenda como funciona o pagamento do YouTube

16/12/2020
Produtor de conteúdo: entenda como funciona o pagamento do YouTube

A pesquisa We Are Social 2020 mostrou que o YouTube é hoje o segundo site mais acessado do mundo, ficando atrás apenas do Google. A plataforma transformou-se em uma grande vitrine para produtores de conteúdo, que encontraram nesse segmento uma maneira de lucrar.

A Forbes, por exemplo, divulgou uma lista com os dez youtubers que mais faturaram em 2019 e no topo estava Ryan Kaji. Com apenas oito anos de idade, o menino arrecadou US$ 26 milhões no total.

Tais valores são calculados e pagos pelo próprio YouTube. Neste artigo, falaremos justamente sobre como funciona esse processo e o que deve ser feito para garantir o recebimento do dinheiro. Saiba também:

  • Como funciona o pagamento do YouTube
  • Programa de Parcerias: é preciso se inscrever
  • De quais formas acontece a monetização
  • Qual é o percurso do dinheiro até a sua conta

Imagem de um menino de costas gravando um vídeo no celular.
Na lista dos com os dez youtubers que mais faturaram em 2019 está um menino de oito anos. Foto: Getty Images.

Como funciona o pagamento do YouTube

O YouTube é um site utilizado por produtores de conteúdo que têm canais com temáticas variadas e por empresas que desejam divulgar seus produtos e serviços. Trata-se de um meio de disseminação bastante efetivo.

Para se ter uma ideia, ainda segundo a pesquisa We Are Social, 90% das pessoas com acesso à internet assistiram algum vídeo em 2019 (o formato foi o mais consumido pelos usuários). A média global de tempo despendido na rede ficou em 1 bilhão de horas diárias.

Esse volume significa que há muito dinheiro circulando por ali. E o que faz a plataforma gerar renda é justamente a publicidade inserida nos vídeos.

Para começar a faturar, entretanto, o produtor de conteúdo precisa se inscrever no Programa de Parcerias do YouTube. Isso porque é necessário disponibilizar o seu canal para as veiculações.

Como fazer parte do Programa de Parcerias?

Imagem da tela inicial do site YouTube Creators.
Quem tem canal do YouTube e quer faturar, precisa se cadastrar no site YouTube Creators. Foto: Print do site do YouTube.

O pedido é simples, no entanto é preciso cumprir alguns requisitos básicos. Listamos, abaixo, todas as condições:

  • Seguir as políticas de monetização: consulte todas as políticas para verificar se o seu canal está apto;
  • O país onde você mora deve estar na lista das regiões nas quais o programa está disponível (consulte aqui);
  • Ter mais de quatro mil horas de visualização pública válidas nos últimos 12 meses;
  • O canal deve contar com, pelo menos, mil inscritos;
  • Possuir uma conta Google AdSense associada ao canal (falaremos disso mais à frente).

Se estiver tudo em conformidade, o próximo passo é se inscrever no programa.

Vale ressaltar que a aprovação não é imediata, pois o YouTube faz uma série de análises antes de liberar o resultado.

Como ganhar dinheiro com o YouTube

  1. É necessário fazer o login no YouTube;
  2. Em seguida vá até o YouTube Studio;
  3. No menu à esquerda, clique em “Monetização”;
  4. Leia todas as recomendações, veja se o seu canal está apto e, em seguida, escolha o tópico “Conheça os termos do programa de parcerias”. Analise todos os detalhes com atenção e aceite para finalizar.

A próxima etapa é justamente vincular a sua conta do Google AdSense ao canal do YouTube. Trata-se da ferramenta do Google que calcula, processa e realiza os pagamentos para os produtores de conteúdo.

Imagem de uma câmera de vídeo em um teclado para simbolizar como funciona o pagamento do YouTube
90% das pessoas com acesso à internet assistiram algum vídeo no YouTube em 2019. Foto: Getty Images.

Vinculando o Google AdSense

Chegou a hora de vincular o Google AdSense ao seu canal. Depois que entrar no seu canal do YouTube, clique no tópico de “Monetização”. Você verá o botão “Inscreva-se no Google AdSense”.

Caso já tenha uma conta, basta vinculá-la à plataforma. Se ainda não possuir, o YouTube informará todas as etapas necessárias para criar uma (é bem rápido). O último passo é aceitar os termos de parceria.

Agora é a parte mais demorada do processo. O YouTube irá analisar se o seu canal cumpre/preenche todas as diretrizes que foram estabelecidas. O tempo varia, mas a média estimada pela plataforma é de 30 dias, mas isso normalmente acontece antes.

Todo o andamento do processo, bem como a aceitação ou declinação do mesmo, podem ser acompanhados ao clicar na opção “Monetização” do menu.

Como receber o pagamento do YouTube

O Google AdSense é a plataforma responsável por distribuir e processar os anúncios, liberando o pagamento aos produtores de conteúdo a partir dos US$ 100.

O método de recebimento deve ser configurado direto na sua conta do Google AdSense. Sendo assim, será necessário ir até a plataforma, buscar pelo campo “Pagamentos” e depois selecionar a opção “Como você recebe pagamentos”.

Basta cadastrar os dados necessários neste último. É importante saber que o Google realiza remessas internacionais. Ou seja, você deve optar por um tipo de serviço que viabiliza essas transações.

Imagem da página inicial do Google AdSense.
Google AdSense distribui e processa os anúncios, liberando o pagamento aos produtores de conteúdo. Foto: Print Google AdSense.

Como se trata de uma movimentação que vem do exterior, existem diferentes taxas envolvidas no processo. Daí a importância de escolher uma instituição que ofereça vantagens decisivas ao cliente, como rapidez, segurança e economia.

Segurança e economia para realizar as remessas

Existem diferentes caminhos para receber os pagamentos do YouTube, como os bancos e as plataformas digitais. No entanto, antes de optar por um deles, é preciso conhecer as taxas, os prazos e as garantias oferecidas.

O Google Adsense, do Banco Rendimento, por exemplo, alia mais de 25 anos de experiência da instituição às melhores taxas do mercado. Pioneiro nesse tipo de operação, o grupo não exige a abertura de uma conta corrente para receber os pagamentos.

Tudo é feito digitalmente, com a melhor conversão possível. A ordem de pagamento é transferida diretamente para uma conta corrente ou poupança (de qualquer banco, basta um cadastro prévio).

O valor é depositado para o beneficiário em até 24 horas, desde que não existam pendências. Aliás, independentemente do montante transferido, há uma taxa fixa de US$ 13 para todas as transações.

Conclusão

O YouTube é uma das redes com mais usuários no mundo inteiro — todos os meses, por exemplo, duas bilhões de pessoas fazem o login na plataforma. É muito conteúdo sendo produzido a cada dia, o que abriu um espaço enorme para a geração de renda.

Isso porque há um Programa de Parcerias que permite a monetização dos vídeos por meio da veiculação de anúncios. O cálculo e o pagamento são realizados pelo Google AdSense. Porém, para receber, os produtores de conteúdo precisam solicitar o serviço de remessa internacional.

Pioneiro no mercado, o Banco Rendimento tem o Google Adsense, que viabiliza os envios com segurança e as menores taxas do mercado. Quer potencializar seus recebimentos? Entre em contato conosco!

Até a próxima!